Geral

Anvisa mantém proibição de agrotóxico associado à doença de Parkinson

15 de Setembro de 2020

Foto: Reprodução/TV Diário

Publicidade

Nesta terça-feira (15), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu manter a proibição de um agrotóxico associado pela própria entidade à doença de Parkinson. O herbicida paraquate deverá sair do mercado e deixar de ser usado a partir de 22 de setembro, conforme definiu a Anvisa em 2017.

A ideia é que as importações do produto sejam proibidas, mas que continue o uso e a comercialização do pesticida até 31 de julho de 2021, para que os estudos do setor produtivo sejam analisados.

O paraquate estava em revisão desde 2008. E, em 2017, a Anvisa analisou evidências científicas e concluiu que o agrotóxico está associado ao desenvolvimento da doença de Parkinson – condição neurológica degenerativa que provoca tremor, rigidez, distúrbios na fala e problemas de equilíbrio – em quem o manipula. A agência deu 3 anos para a retirada gradual do produto do mercado.


Informações: G1

Clique aqui para fazer parte do nosso grupo de notícias. 

Tags: Canal Ideal; Anvisa; Parkinson; herbicida paraquate; agrotóxico ; proibido

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

2020 © CANAL IDEAL Todos os Direitos Reservados.