Esporte

Internacional faz vários cortes e diminui o tamanho do clube

08 de Abril de 2021

Foto: Zero Hora

Publicidade

Todos sabemos que os clubes vem atravessando uma situação muito complicada devido aos efeitos da pandemia e o Internacional não é exceção. O clube desligou nessa quarta-feira (07), mais de 50 funcionários do seu quadro. O clube mandou embora nomes como Iarley, que foi campeão mundial com o clube, Fabiano, ex-jogador que atuava na parte social e houve também demissões na assessoria de imprensa, no futebol feminino. Em todas as áreas o clube fez alguns cortes.

Desde o início da gestão de Alessandro Barcelos em janeiro, o Internacional demitiu mais de 60 funcionários. Se voltarmos no começo da pandemia, no auge pandêmico, o ex-presidente Marcelo Medeiros, precisou em apenas um dia demitir 44 funcionários. Com isso já é o segundo processo de enxugar a folha salarial que o Inter precisa fazer. Antes de vivermos tudo que estamos vivendo, o colorado tinha 400 pessoas trabalhando em seu entorno. O tamanho do encolhimento na folha colorada passa a ser de mais de R$ 1 milhão com esses 50 funcionários que foram desligados. 

Mas não são apenas demissões que o Inter está fazendo para conter os gastos, mas também renegociação com fornecedores, colocando em stand-by algumas obras do clube. Na ponta do lápis a economia entre folha salarial, investimentos e contratações, o Internacional terá enxugado as suas despensas em mais de 5 milhões por mês. A folha dos jogadores em 2020 fechou o ano em torno de 9 milhões, com D’alessandro e Musto. Agora virou a temporada e o Inter deve liberar Rodinei e Abel somando a saída já de Leandro Fernandez para o Nacional do Uruguai e a economia será de 2 milhões por mês. 

Mesmo o Gigante da Beira-Rio precisou também diminuir o seu tamanho. 


Clique aqui e entre no nosso grupo de notícias.


Tags: Inter; demissões; futebol;

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

2021 © CANAL IDEAL Todos os Direitos Reservados.