Geral

Médium Cecília: Cartomante condenada por estelionato tem decisão mantida pela Justiça de SC

21 de Julho de 2021

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Publicidade

A cartomante que atendia por “médium Cecília”, que atuava em Brusque e em 2016 foi detida em Guabiruba por aplicar golpe em idoso, foi condenada na segunda instância pelo crime de estelionato. Além dela, a Justiça manteve, também, a condenação do marido.

Promessas

A dupla prometia curar doenças, trazer de volta o amor perdido, anunciava um futuro melhor, com prosperidade econômica e realização pessoal. Segundo o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), os réus enganaram pelo menos quatro vítimas, duas delas idosas, uma das quais teria dado ao casal mais de R$ 23 mil.

A mulher teria feito benzedura, rezas, trabalhos e jogava búzios. Conforme os autos, o cúmplice exercia a função de organizador e divulgador da atividade, operava a logística e angariava clientes.


Condenação

O juiz, em 1º grau, condenou os acusados, cada qual, à pena de dois anos e seis meses de reclusão, em regime aberto. Substituiu a reprimenda corporal por duas restritivas de direitos, consistentes em prestação de serviços à comunidade e prestação pecuniária no valor de R$ 17 mil para as vítimas.

A dupla recorreu ao TJ-SC para tentar a absolvição frente à tese de ausência de provas. Quanto ao réu, requereu o reconhecimento da participação de menor importância.

No entanto, de acordo com o desembargador Paulo Roberto Sartorato, relator da matéria, os crimes noticiados na denúncia e seus aditamentos, bem como o envolvimento de ambos os acusados nas tramas, foi devidamente comprovado nos autos.


Com informações O Município

Tags: Canal Ideal; Justiça; Cartomante; SC;

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

2021 © CANAL IDEAL Todos os Direitos Reservados.

SAFRA - RODAPÉ FIXO