Geral

Morre adolescente de Ponte Serrada que lutava contra leucemia pela segunda vez

03 de Abril de 2021

Foto: Redes Sociais

Publicidade

Uma guerreira, assim podemos definir Laura Paula Martins. A adolescente, de 14 anos, morreu neste sábado (03) no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, onde estava internada por complicações respiratórias, causadas pela Covid-19.

Laura enfrentava uma leucemia mieloide aguda pela segunda vez e estava internada desde janeiro no Hospital da Criança em Chapecó, onde realizava o tratamento para a doença, mas a adolescente testou positivo para a Covid-19 no dia 15 de março. O quadro se agravou nas últimas semanas e ela precisou ser transferida para um leito de UTI no HRO. 

Ainda na noite de ontem, sexta-feira (02), familiares usaram as redes sociais para pedir orações por Laura, mas neste sábado ela infelizmente, foi a óbito.

A família informou através das redes sociais que o velório acontece na Igreja Assembleia de Deus, em Ponte Serrada e o sepultamento será no domingo (04), às 14h.


Laura, uma grande guerreira


Laura foi diagnosticada com leucemia em junho de 2019, realizou tratamento e venceu a doença, inclusive a equipe de jornalismo do Canal Ideal, realizou em outubro do mesmo ano, uma reportagem contando a história da adolescente e da mãe, Marivane Dave, outra guerreira que acompanhava a luta da filha. Em 2014, muito antes de Laura ser diagnosticada com a doença, Marivane criou o projeto ''Paradinha da Conscientização'', para incentivar a doação de medula óssea, pois o filho de uma amiga estava com leucemia e precisava de um transplante.

Em dezembro de 2020, Laura fez novos exames e foi confirmada uma recidiva da doença, ela iniciou então um novo protocolo e iria precisar de um transplante de medula óssea. Pessoas de Ponte Serrada e toda a região se mobilizaram para realizar o cadastro junto ao Hemosc e se tornar um doador de medula, na esperança de encontrar alguém com 100% de compatibilidade com a Laura.

Há algumas semanas Laura precisou iniciar um novo tratamento com um medicamento que custa cerca de R$ 139 mil reais. Uma vakinha online foi criada, pois ela precisava com urgência do medicamento. A família conseguiu comprar o remédio, porém, a adolescente não teve tempo de fazer uso, pois testou positivo para covid-19 e o quadro se agravou.

Laura completaria 15 anos no dia 13 de abril.





Tags: leucemia; adolescente; Ponte Serrada;

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

2021 © CANAL IDEAL Todos os Direitos Reservados.