Saúde

Secretário de Saúde de Santa Catarina diz que respiradores comprados não servem para tratar pacientes de Covid-19

05 de Junho de 2020

Foto: Divulgação/ ALESC

Publicidade


Nesta quinta-feira (04), o atual secretário de Estado Saúde de Santa Catarina, André Motta, disse que os 50 respiradores comprados da Veigamed não têm nenhuma utilidade para o tratamento de pacientes com Covid-19. A declaração foi dada durante a CPI dos Respiradores na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). 

Ainda, Motta confirmou que os aparelhos modelo Shangrila 510S são usados apenas para o transporte de pacientes. Quando foram comprados, o governo catarinense buscava equipamentos para UTIs. 

Segundo o secretário, órgãos de controle estão fazendo análises nos equipamentos que chegaram da China. Se estiverem funcionando, serão aproveitados.

O lote com os 50 respiradores faz parte de um total de 200 equipamentos adquiridos em negociação polêmica, há três meses, pelo executivo. A compra com dispensa de licitação custou R$ 33 milhões. 

Santa Catarina, no entanto, já adquiriu 200 respiradores do modelo correto para Covid-19 da catarinense WEG.


Informações: ND e ALESC

Clique aqui para fazer parte do nosso grupo de notícias. 

Tags: Canal Ideal; Coronavírus; Governo de Santa Catarina; Respiradores; CPI

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

2021 © CANAL IDEAL Todos os Direitos Reservados.