Digite no mínimo 3 caracteres!
Cotidiano

Guerra da Rússia contra a Ucrânia completa seis meses

Nesse período mais de 5 mil civis morreram

Por: Canal Ideal
24/08/2022 13h34 - Atualizado há um ano
Guerra da Rússia contra a Ucrânia completa seis meses

Nesta quarta-feira, 24 de agosto, a guerra da Rússia contra a Ucrânia completa seis meses, mesmo dia da independência ucraniana. A previsão inicial de que Kiev seria tomada pelas tropas russas em horas não se concretizou e os confrontos continuam até hoje, principalmente no leste e sul do país.

Em seis meses,  5.587 civis morreram, incluindo mais de 360 crianças e adolescentes, segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos. Já o número de feridos é próximo de 8 mil, mas deve ser ainda maior já que o acesso à informação não é fácil no front de batalha. 

✅ CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO NO WHATSAPP

De fevereiro até agora, foram feitas mais de 10 milhões de travessias de pessoas para países da União Europeia. No mesmo período, estima-se que mais de 4 milhões de pessoas tenham feito o sentido inverso, voltando para a casa.

O jornalismo da Band, entrevistou a brasileira Clara Magalhães, uma das criadoras da Frente BrazUcra, que tem atuado ativamente na guerra. Antes, o principal objetivo era tirar pessoas da Ucrânia. Hoje, o trabalho se concentra em distribuir mantimentos, especialmente nas áreas com confrontos.

“A gente tem uma demanda muito maior de pedidos de evacuação e de mantimentos para cidades do front. A Cruz Vermelha não vai para esses territórios. A ONU manda suprimentos, mas não tem delegações trabalhando com esses resgates. É um trabalho muito sério e perigoso que as organizações fazem hoje.”

Clara Magalhães conta que, onde os bombardeios já não são mais tão comuns, a população retomou a rotina. 

"A vida voltou ao normal na maioria das cidades. Eu acho que é um paralelo com o Brasil. Você acaba ficando acostumado à violência. Muitas cidades do oeste e do centro não são bombardeadas, pelo menos não com frequência. A gente fala que a maioria dos lugares é segura, até que você é bombardeado. Muita gente voltou para a Ucrânia. Eu estava em Bucha essa semana e vi crianças, o que não acontecia três meses atrás.”

Para ajudar a Frente BrazUcra, basta acessar o Instagram do grupo voluntário e seguir o passo a passo.

Informações Band

Quer mandar uma sugestão de pauta para a equipe de jornalismo do Canal Ideal? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando AQUI

Veja também

ATENÇÃO: SC-155 entre Xanxerê e Xavantina será totalmente interditada!

Trecho deve receber obras de revitalização e haverá necessidade da paralização do trânsito

JCI promove segunda edição do projeto Capacitação CEJA 2024

As capacitações aconteceram entre os dias 01 e 04 de abril

Este site usa cookies para melhorar e personalizar sua experiência com nossos conteúdos e anúncios. Ao navegar pelo site, você autoriza o Canal Ideal a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de privacidade.