Digite no mínimo 3 caracteres!
Saúde

Servidor com suspeita de covid-19 recusa teste, vai trabalhar e causa confusão em Santa Catarina

Fato virou caso de polícia na cidade e o homem foi parar na delegacia

Por: Felipe Bastos
14/01/2022 16h25 - Atualizado há 5 dias
Foto: Maurício Vieira/Governo do estado de SC
Foto: Maurício Vieira/Governo do estado de SC

Um servidor público de 53 anos causou uma confusão ao se recusar a fazer o teste de covid-19 e comparecer ao trabalho nesta sexta-feira (14), em Guaramirim. O fato virou caso de polícia na cidade e o homem foi parar na delegacia.

Em nota, a prefeitura do município informou que o servidor procurou atendimento médico no Centro de Triagem com sintomas da doença na última segunda-feira (10) e, na ocasião, foi orientado a retornar na quarta-feira (12) para realizar o teste, conforme prevê o protocolo de saúde.

No entanto, ele não cumpriu com o previsto e, nesta sexta-feira, o profissional, que atua como agente de manutenção na rede de saúde pública do município, retornou ao trabalho, sem ter feito a testagem para a doença. Conforme a nota, ele foi novamente orientado sobre a importância do teste e que, permanecendo no local, poderia pôr a própria vida e a de colegas em risco.

Mas o homem continuou se mostrando contrário às orientações e, devido a insistência de permanecer no ambiente de trabalho, segundo a prefeitura, agentes do setor de Vigilância em Saúde seguiram o protocolo de segurança e acionaram a Polícia Militar.

No local, a guarnição ainda tentou convencer o servidor a deixar as atividades e realizar o teste, mas ele acabou desacatando os policiais e foi encaminhado à delegacia.

O profissional só foi liberado após o registro de um boletim de ocorrência e assinatura de um termo circunstanciado. Depois de liberado, a Secretaria Municipal de Saúde orientou ao servidor que cumpra o isolamento, como medida preventiva. O prazo termina no dia 18 de janeiro. As informações são do Portal NSC Total.

Veja também

“Minha mãe não teve a chance”, diz menina de 8 anos após ser vacinada contra a covid-19

Pequena perdeu a mãe para a doença em outubro do ano passado

Crianças que receberam vacina de adulto devem ser monitoradas, diz Pfizer

Recomendação da fabricante foi feita através de nota

Menina de 11 anos foi a primeira imunizada contra a covid-19 em Xanxerê

Imunização está sendo realizada na Arena Ivo Sguissardi, das 8h às 11h e das 13h às 16h30