Digite no mínimo 3 caracteres!
Saúde Psicológica - por Mariane Morais

Desequilíbrio emocional: por que devo me preocupar?

Algumas dicas de como identificar se estamos passando por isso

Por: Canal Ideal
09/12/2021 16h23 - Atualizado há 5 meses
Desequilíbrio emocional: por que devo me preocupar?

Nossa rotina costuma ser um pouco estressante (as vezes, muito!), e no dia a dia é complicado lidar de uma boa forma com todos os aspectos, como família, amigos, relacionamentos em geral. 

Problemas sempre vão existir em nossas vidas, por um lado são ruins, por outro nos ajudam em nossa construção enquanto pessoa.

Hoje traremos algumas dicas de como identificar se estamos passando ou não por um desequilíbrio emocional. Lembramos que isso não substitui a visita a um profissional da área de Psicologia, pois eles atuam, também, de forma preventiva.

Afinal, o que é o desequilíbrio emocional?  

O desequilíbrio emocional pode ser definido como aquelas alterações que temos no nosso humor, saindo do nosso equilíbrio facilmente na presença de situações ruins ou inesperadas.

Geralmente, essas alterações estão ligadas às atividades rotineiras, que costumam sobrecarregar em algum momento.

Claro que algumas pessoas estão mais propícias a sensibilidade, e que por natureza tem um emocional mais abalado e instável, já outras mantém sempre uma linha mais tranquila. Em qualquer dos casos, é bom investigar indo a um psicólogo.

O cuidado deve ser ainda maior por entender que nosso psicológico implica diretamente com doenças físicas, como gastrite, enxaqueca, disenteria, entre outros.

 

Como posso identificar?

As responsabilidades diárias, a sobrecarga profissional, os relacionamentos amorosos, as frustrações e a necessidade de se adequar aos padrões impostos pela sociedade são alguns fatores que podem causar sérios desequilíbrios.

Então, uma pessoa que apresenta episódios de descontrole emocional com certa frequência pode enfrentar uma série de problemas/sintomas como:

  • Atitudes que geram profundo arrependimento;
  • Dificuldade para se concentrar em objetivos;
  • Gerar medo e afastamento em outras pessoas;;
  • Problemas para se relacionar;
  • Dores Corporais;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldades par dormir.

 

A psicoterapia pode te ajudar!

Muitas pessoas procuram um psicoterapeuta apenas quando estão passando por um momento difícil, de muita exaustão emocional.

Porém, como citamos, o descontrole emocional pode ser visto como um traço de personalidade, uma característica pessoal que não pode ser mudada. Assim, muitas vezes o problema persiste sem ser tratado, o que traz muitos prejuízos a todas as áreas da vida.

Assim que você notar o descontrole emocional, é importante procurar ajuda na psicoterapia. O psicoterapeuta irá te ajudar a desenvolver a inteligência emocional; dessa forma, você será mais capaz de lidar com emoções intensas, gerenciar crises com mais facilidade e se comunicar de forma mais assertiva.

Com pequenas mudanças de hábitos, você aos poucos voltará a ter controle sobre suas emoções. Logo, você sentirá o impacto na rotina e as pessoas que te cercam também notarão o seu progresso!

Se você sente que está passando por um momento de desequilíbrio emocional, podemos te ajudar a superá-lo! Agende sua Avaliação com uma das psicólogas da nossa equipe. 
 

Veja também

Relações Líquidas: um conceito para pensar a sociedade atual

A amizade e os relacionamentos amorosos são substituídos por conexões que, a qualquer momento, podem ser desfeitas

Luto: lidar com a perda

Ao contrário do que muitos podem pensar, o luto não está relacionado apenas à morte

Nomofobia: Entenda sobre a síndrome da dependência digital

A condição apareceu na mais recente edição do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders